Atenção Atenção: Eu estou apto a reescrever os arquivos de configuração: /home/noivinho/public_html/includes/configure.php. Este é um risco de segurança - por favor, configure permissão de usuários para esse arquivo.
Especiais
Noivinhos de Porcelana Cod: A190
    ...
Noivinhos de Porcelana  Cod: A190
R$285,00
R$345,00
Mais Vendidos
01.A112A - Topo de Bolo em Porcelana
A112A - Topo de Bolo em Porcelana
02.Topo de Bolo Love - Cod. A01
Topo de Bolo Love - Cod. A01
03.A34 - Porcelana Branca Brilhante
A34 - Porcelana Branca Brilhante
04.A93 - Topo de Bolo Casamento Kiss
A93 - Topo de Bolo Casamento Kiss
Novidades
Noivinhos de Acrilico Cod: AC09
Noivinhos de Acrilico Cod: AC09
R$165,00
Matérias Interessantes
 
 

- Noivinhos topo de bolo onde surgiu?

 


Durante a Idade Média, começou o uso de bolos de casamento com “andares”, substituindo o costume dos convidados que traziam pequenos bolos que eram amontoados uns sobre os outros; na época, era considerada boa fortuna, quando os noivos conseguiam beijar-se sobre a pilha de bolos, sem que eles caíssem.  

No séc. XVII entram em cena os bolos de casamento, como os conhecemos hoje. Atualmente esta tradição reflete-se, normalmente, num bolo de três andares ou mais, com uma figura de noivos no topo, substituindo ou dando referência à tradição dos noivos que se beijavam sobre a pilha de bolos.  

O topo do bolo surgiu na Inglaterra em 1840. No casamento da Rainha Vitória e do Príncipe Albert. Eles resolveram substituir os enfeites tradicionais por um casal de noivinhos. O qual simbolizava o amor e a união do casal real. A Rainha mesmo sem saber estaria lançando o que seria uma grande tendência. 

E assim começou uma nova tradição. Os noivinhos (réplica) da rainha tornaram-se uma peça muito procurada nos Estados Unidos e durante décadas os noivinhos imperiais foram utilizados pelos americanos. O mercado de casamentos atento a esse desejo buscou inovação e passou a criar e a se aprimorar, criando modelos diferenciados para atrair as noivas que estavam em busca de novidade. 

Somente nos anos 90 é que eles chegaram aqui no Brasil, e vieram com uma novidade que encantaria os olhos das noivas. Começava a era dos noivinhos de porcelana fria (biscuit). Assim, artesões e artistas plásticos começam a se especializar na criação de peças diferenciadas atendendo ao gosto brasileiro. O sucesso foi tão grande que até hoje eles continuam encantando e abrilhantando muitos casamentos. 

Atualmente o mercado oferece vários estilos, desde os clássicos até os mais despojados e inusitados. E da mesma forma que a rainha Vitória, os noivos desejam ver seu amor e união representados em seu topo do bolo. 

Apesar de ser antiga, a tradição do uso de ‘noivinhos’ no topo do bolo, foi somente nos casamentos modernos que se começou utilizar e a difundir o uso dos “noivinhos”, topo de bolo como uma das peças fundamentais do bolo de casamento.  

Hoje em dia a variedade de modelos de “noivinhos” é enorme e os mais procurados e utilizados são os de porcelana fina, resina e Lladró, todos feitos com muito requinte, bom gosto, e com esmera atenção aos detalhes. 

Nos dias de hoje o uso de topos de bolo não é só um privilégio dos noivos, o costume estendeu-se a todos tipos de festas e temas.

 

====================================================================================

 

Por que Oferecemos bolos em casamentos?

 
Bolo de Casamento 3 andares


Oferecer bolos em datas especiais
é bem antiga e sua origem é intimamente ligada ao trigo, que é o ingrediente principal da massa. Sua simbologia além de linda é singela:  Prosperidade, fertilidade e sorte para o casal.

Na Grécia Antiga, os convidados recebiam biscoitos feitos com mel e gergelim, fazendo alusão aos momentos doces e salgados que todo casamento tem. Os romanos, seguiam a tradição de partir e esfarelar um pedaço de pão sobre a cabeça da noiva para abençoar e trazer fertilidade e abundância para o casal.

Na Idade Média, o costume levavam pequenos bolos para os noivos e cada um deles era colocado sobre o outro para que os noivos tentassem se beijar sem derrubar o bolo, tudo para dar sorte. A culinária francesa do século 17 deu o tom para os bolos de casamento que conhecemos hoje, com camadas, recheios e ampla decoração.

Hoje o ritual é dividir o bolo e o momento entre amigos e familiares. Compartilhando as alegrias e desejando muita sorte aos recém-casados!

 ----------------------------------

 

Continuar
Criacao de sites Web In Agencia Digital Parse Time: 0.086s